top of page

4 Pensamentos Autopunitivos Transformados através da Autoempatia

Quantas vezes nos flagramos pensando de forma autocrítica, nos punindo por erros ou falhas em vez de aprender com eles? A autopunição pode ser prejudicial para nossa saúde mental, impedindo-nos de progredir em nossas vidas. Neste artigo, vamos explorar como a prática da autoempatia pode ser a chave para transformar pensamentos autopunitivos em crescimento pessoal.


4 Pensamentos Autopunitivos Transformados


1. De "Sou Idiota" para "Vou Dar o Melhor na Próxima"


Em vez de se rotular como idiota, reconheça quando cometer erros e veja-os como oportunidades de aprendizado. Lembre-se de que dar o seu melhor é mais importante do que ser perfeito.


2. De "Sou Irresponsável" para "Como Posso Agir com Responsabilidade Agora?"


Em vez de se considerar irresponsável, concentre-se no presente e nas ações que pode tomar agora para ser mais responsável. O passado não pode ser alterado, mas o futuro pode ser moldado.


3. De "Sou Burro" para "Gostaria de Aprender Mais"


Substitua pensamentos de inadequação por um desejo de aprendizado. Todos têm áreas em que podem melhorar, e buscar conhecimento é um sinal de força, não de fraqueza.


4. De "Sou um Peso para as Pessoas que Amo" para "Posso Perguntar e Encontrar Formas de Cooperar"


Em vez de assumir que é um fardo para os outros, comunique-se com empatia. Pergunte às pessoas que ama como elas se sentem e como vocês podem colaborar para um relacionamento saudável.



A Importância da Autoempatia


Em uma cultura de dominação que muitas vezes confunde autoempatia com "passar pano", é essencial entender seu verdadeiro significado. A autoempatia não é sobre desculpar-se por erros, mas sim sobre:

  • Usar sua energia para conscientização e melhoria pessoal.

  • Romper o ciclo de autopunição que impede o crescimento.

A autoempatia nos permite ser gentis conosco mesmos, reconhecendo nossas emoções e necessidades. Em vez de se culpar, a autoempatia nos incentiva a aprender e crescer com nossos erros.


Comunicação Não Violenta e Autoempatia


A Comunicação Não Violenta (CNV) é um processo indicado para praticar a autoempatia. Ela ensina a se comunicar de maneira compassiva, ouvindo suas próprias necessidades e sentimentos, bem como os dos outros.


Embora desenvolver a autoempatia e praticar a CNV possa parecer desafiador no início, essas práticas podem transformar sua perspectiva e relacionamentos.


Cuidando da Saúde Mental


Se você está passando por dificuldades em relação à sua saúde mental, lembre-se de que há ajuda disponível:

  1. Ligue para o CVV 188: O Centro de Valorização da Vida oferece apoio emocional por telefone.

  2. Acesso a Atendimento Online: O site psymeetsocial.com oferece atendimento online por um valor acessível.

  3. Universidades Públicas: Muitas universidades públicas oferecem serviços de atendimento psicológico gratuito ou de baixo custo.

  4. Profissionais de Saúde Mental: Entre em contato com um(a) profissional de psicologia ou psiquiatria de confiança.

A autoempatia é a jornada para se tornar seu melhor amigo, apoiando-se e aprendendo com cada passo do caminho. Lembre-se de que é possível transformar pensamentos autopunitivos em oportunidades de crescimento pessoal e bem-estar emocional. Se você se você tem interesse em se aprofundar em Comunicação Não Violenta e quer descobrir formas práticas de aplicá-la no seu dia adia, te convido a conhecer mais sobre pelos materiais que preparei para você, confira: Curso Gravado de Comunicação Não Violenta: A coragem de se conectar com autenticidade que conta com 7 módulos para te ajudar a desenvolva a habilidade de ter conversas difíceis com qualquer pessoa em diferentes contextos. Além disso você tera acesso a + de 10 exercícios práticos, material de apoio e certificado de conclusão. Saiba mais clicando aqui Ebook Guia Definitivo de Preparação para Conversas Difícieis no Trabalho

que vai te trazer exercícios práticos para desenvolver a sua comunicação e se aprofundar nesse tema. Saiba mais clicando aqui


Comentários


bottom of page