top of page

4 formas de dizer NÃO utilizando a Comunicação Não Violenta

Alguma vez você já se viu concordando com algo que não queria fazer ou dizendo sim para alguém quando na verdade precisava dizer não?


Muitas vezes, acreditamos que é mais fácil evitar conflitos e desentendimentos ao evitar dizer não. No entanto, essa escolha pode acabar prejudicando nosso bem-estar e gerando mais estresse e ansiedade em nossas vidas.


É importante aprender a dizer não de forma respeitosa e assertiva, e para isso, a Comunicação Não Violenta (CNV) pode ser uma prática valiosa. A CNV é um processo de comunicação que enfatiza a importância da empatia, autenticidade e respeito mútuo na interação entre as pessoas.


Dizer não pode parecer difícil, mas com a prática, você pode encontrar maneiras de fazê-lo sem prejudicar a relação com a outra pessoa. Aqui estão algumas formas de dizer não que aprendi praticando CNV:


1. Não, o que eu realmente preciso agora é de DESCANSO


Essa é uma forma respeitosa de expressar suas necessidades sem ofender ou desrespeitar a outra pessoa. É importante lembrar que você tem o direito de descansar quando sentir que precisa, e isso não é egoísta.


2. Parece ótimo, mas nesse momento eu realmente preciso priorizar OUTROS GASTOS


Ao dizer isso, você está sendo autêntico sobre as suas prioridades, e ao mesmo tempo reconhecendo que a proposta da outra pessoa é interessante. A CNV preza pela empatia e entendimento mútuo, e essa frase é um exemplo disso.


3. Sim, e ao mesmo tempo preciso cuidar do TEMPO, tem alguma ideia de como podemos fazer isso?


Essa é uma forma de dizer não de maneira proativa, oferecendo sugestões e ideias para tornar a situação mais viável para você. Você está sendo autêntico sobre suas necessidades e ao mesmo tempo está aberto a discutir a situação com a outra pessoa.


4. Não, agora tô ANSIOSA e preciso de ESPAÇO


Ao expressar suas emoções de forma clara e respeitosa, você está deixando claro para a outra pessoa que no momento precisa de espaço. É importante lembrar que você tem o direito de definir seus limites e respeitá-los é essencial para o seu bem-estar.


Em resumo, dizer não pode parecer difícil, mas é uma habilidade essencial para garantir nossa saúde mental e física. Utilizando a Comunicação Não Violenta, podemos expressar nossas necessidades e limites de forma respeitosa, autêntica e empática, mantendo relacionamentos saudáveis e satisfatórios com as pessoas ao nosso redor.


Se você se você tem interesse em se aprofundar em Comunicação Não Violenta e quer descobrir formas práticas de aplicá-la no seu dia adia, te convido a conhecer mais sobre pelos materiais que preparei para você, confira: Curso Gravado de Comunicação Não Violenta: A coragem de se conectar com autenticidade que conta com 7 módulos para te ajudar a desenvolva a habilidade de ter conversas difíceis com qualquer pessoa em diferentes contextos. Além disso você tera acesso a + de 10 exercícios práticos, material de apoio e certificado de conclusão. Saiba mais clicando aqui Ebook Guia Definitivo de Preparação para Conversas Difícieis no Trabalho

que vai te trazer exercícios práticos para desenvolver a sua comunicação e se aprofundar nesse tema. Saiba mais clicando aqui

Comentarios


bottom of page