top of page

Autoempatia: A Arte de Cultivar a Compaixão por Si Mesmo

Autoempatia, ou a capacidade de ser gentil e compreensivo consigo mesmo, é uma prática essencial para o bem-estar emocional e psicológico.


Neste artigo, exploramos a autoempatia através das lentes de Kristin Neff, uma das principais pesquisadoras em autocompaixão, e Marshall Rosenberg, o criador da Comunicação Não Violenta (CNV).


O que é Autoempatia?



Autoempatia é a prática de tratar a si mesmo com a mesma compaixão, cuidado e compreensão que oferecemos aos outros em momentos de sofrimento. Segundo Kristin Neff, a autocompaixão (que aqui uso como sinônimo de autoempatia) envolve três componentes principais:


  1. Ser gentil e compreensivo consigo mesmo ao invés de se criticar duramente.

  2. Reconhecer que todos os seres humanos falham e cometem erros, o que nos conecta em nossa experiência comum.

  3. Manter uma atitude equilibrada e consciente em relação às nossas emoções, sem suprimir ou exagerar nosso sofrimento.


Autoempatia na Perpectiva da Comunicação Não Violenta


Marshall Rosenberg desenvolveu a Comunicação Não Violenta (CNV) como um meio para melhorar a empatia e a conexão entre as pessoas. Um componente central da CNV é a empatia que se desdobra na autoempatia.


A autoempatia na CNV envolve:


  1. Reconhecer os próprios pensamentos e sentimentos sem se criticar.

  2. Nomear as emoções que estamos experimentando.

  3. Entender quais necessidades não estão sendo atendidas e que estão causando esses sentimentos.

  4. Comunicar a si mesmo o que precisa para melhorar a situação.


No exercício abaixo você poderá ver cada um destes elementos aplicados.


Exercício de Autoempatia




Benefícios da Autoempatia


A prática da autoempatia tem inúmeros benefícios comprovados, incluindo:


  • Redução do Estresse e Ansiedade: Ao ser gentil consigo mesmo, diminuímos a autocrítica e o estresse associado.

  • Melhoria no Bem-Estar Psicológico: A autoempatia está associada a níveis mais altos de felicidade, otimismo e satisfação com a vida.

  • Melhora nos Relacionamentos: Pessoas que praticam autoempatia tendem a ser mais empáticas e compreensivas com os outros, fortalecendo seus relacionamentos interpessoais.


Como Praticar Autoempatia


Aqui estão algumas dicas práticas para cultivar a autoempatia:


  1. Pratique o Mindfulness: Reserve um tempo para observar seus pensamentos e sentimentos sem julgá-los.

  2. Seja Gentil Consigo Mesmo: Fale consigo mesmo como falaria com um amigo querido.

  3. Aceite a Humanidade Compartilhada: Lembre-se de que todos cometem erros e que você não está sozinho em suas falhas.

  4. Identifique Suas Necessidades: Pergunte a si mesmo o que você realmente precisa em momentos de sofrimento e procure atender essas necessidades de maneira saudável.


Autoempatia é uma prática poderosa que pode transformar sua vida, trazendo mais compaixão, resiliência e paz interior. Inspirando-se nos ensinamentos de Kristin Neff e Marshall Rosenberg, podemos aprender a ser mais gentis e compreensivos conosco mesmos, o que, por sua vez, nos capacita a sermos mais empáticos e conectados com os outros.


Referências


  • Autocompaixão: Pare de se torturar e deixe a insegurança pra trás – Kristin Neff

  • A linguagem da paz em um mundo de conflitos: sua próxima fala mudará seu mundo – Marshall Rosenberg

Comments


bottom of page